Devocional Diário

terça-feira, 5 de junho de 2012

Na casa do Oleiro

Palavra do SENHOR, que veio a Jeremias, dizendo:
Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras.
E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas,
Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer.
Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.
[Jeremias 18:1-6]
Eita lugarzinho bom!
A alma não gosta muito não viu de estar por lá. Mas, ela não tem querer mesmo.
[rsrsrsrs]
Hoje mais do que nunca tenho entendido a importância de estar na Casa do Oleiro.
Já deu pra entender né, que o Oleiro é Deus e eu e você somos o vaso em suas mãos.
São tantas coisas, coisas pequenas, coisas grandes, as vezes coisas minusculas [acho que essas são as mais perigosas], coisas que nos envolvemos e/ou adquirimos no decorrer da caminhada da vida.
Nos enganamos tão facilmente...
Mas quando estamos nas mãos do Oleiro ele pode nos olhar, nos tocar e retirar aquilo que nos impede de viver uma vida em abundância em Cristo.
Existem coisas que só nas mãos do Oleiro são identificadas. Isso é fato!
Ai quem me dera não esquecer de passar por lá todos os dias!
Mas que bom que através da bondade de Deus somos conduzidos ao arrependimento.[Rm2:4]
Sei que não estou onde eu deveria estar, e não sou quem eu deveria ser, mas não estou onde eu estava, e não sou quem eu era.
Estou na Casa do Oleiro, como um vaso desesperadamente carente da graça e da misericórdia do Pai.
Ainda há tempo!

Darei a vocês um coração novo e porei um espírito novo em vocês; tirarei de vocês o coração de pedra e lhes darei um coração de carne. [Ez 36:26]

Estou caminhando, caminhando...

E você onde e como está?

Abraços,
Lindsay Rosa